Pra encerrar essa temporada do SPFW, a Cavalera, que sempre faz seus desfiles longe da Bienal, aceitou o convite para desfilar lá novamente. Mas o desfile aconteceu na entrada da Bienal, onde foi montado um espelho d’água. Os modelos desfilaram sobre essas águas e ainda choveu – artificialmente – durante o desfile, indo do fraco até o aguaceiro.

O tema da coleção era República Federativa da Cavalera, “que proclama o contato humano, celebra o coletivo, reclama o beijo, protesta contra o solitário espetáculo do mundo da fama, instigando o imaginário desse desejo esquecido”. O desfile, com o clássico streetwear da marca, foi dividido em dois blocos: o primeiro foi pontuado pelo preto e azul marinho, em peças como calças, jaquetas, parkas e bermudas. Ponchos em lã natural complementavam os looks. Na segunda parte, a alusão à essa República Federativa. Um brasão, semelhante ao da República brasileira, se transformou em estampa fragmentada, bem característica da marca, presentes em peças como camisetas e calças.

O resultado de tudo isso é um bom desfile bem urbano e street (comercial também), que aposta nos grandes ícones da marca para continuar agradando a seu fiel público.

cavalera-inverno-2011

Primeira parte do desfiles, com looks pretos e poucas estampas e cores

.

Leia mais:

+ Confira os principais desfiles do SPFW

.

cavalera-inverno-2011

Na segunda parte, com muitas estampas e cores - destaque para a jaqueta dourada

cavalera-inverno-2011

Jeans com jeans, jaqueta de couro e bermuda preta e a calça e camiseta com estampa da bandeira da república

Das passarelas direto para as ruas: todas as peças com estampa da bandeira (especialmente a jaqueta de nylon).

Fotos: reprodução