“TOMAR SOL MELHORA AS ESPINHAS? NÃO SEI SE DEVO USAR PROTETORES SOLARES OU SE É MELHOR ESTAR BRONZEADO PRA ESCONDER AS ESPINHAS.”
Fotoprotetores: Queridinhos dos dermatologistas por seus inúmeros benefícios na prevenção do câncer de pele, eles também têm um papel fundamental no tratamento da acne. Mas antes de tudo: Sol melhora as espinhas? A resposta é não! Vamos entender um pouco mais sobre essa história, afinal de contas entender seu tratamento melhora a adesão e as taxas de sucesso, sem falar que você não vai se sentir um ET quando estiver a aplicar protetor solar na cara antes de sair de casa.
 
 
Quando há inflamação na pele, há uma tendência para a produção de melanina, como proteção. Aqui, a palavra tendência tem forte conotação pois nem todos os tipos de pele tem a capacidade de se bronzear com eficiência. Você, que já está por dentro das alterações da pele com acne fez as contas: Se a pele com acne inflama com mais facilidade e isso pode aumentar a produção de melanina, o resultado é apenas um. Isso mesmo, manchas. Sol pode ter efeito inicial de “secar” as espinhas, mas pode em seguida ter o efeito contrário de aumentar o número de espinhas e ainda gerar manchas, entende?
 
 
 
Manchas, sejam elas claras ou escuras, são de suma importância para o dermatologista. No caso da acne, elas são chamadas de hiperpigmentação pós-inflamatória e são parte comum dos quadros inflamatórios da pele, como é o caso da acne. Aqui, então, fica fácil entender o porquê do uso constante do protetor solar. Prevenção simples e pura. É bem mais fácil e barato prevenir do que tratar manchas.
 
 
Claro que a indústria não é boba e existem vários tipos de protetores solares. Aqui, as combinações de tecnologia são várias, então existem desde protetores solares com substancias anti-envelhecimento como protetores solares específicos para acne (Clique aqui para o post do Vini sobre protetores solares que ele gosta e recomenda). Exatamente o que você leu. Algumas preparações específicas para acne pois contêm substâncias que absorvem a oleosidade excessiva, são anti-comedogênicas e ajudam a camuflar algumas imperfeições do rosto enquanto o tratamento não some com elas. A grande dica para o uso correto é que a aplicação deve ser constante ao longo do dia, sendo o mais recomendado reaplicar seu protetor após 3 horas, já que após este tempo perde seu efeito. Eu sei que é chato, mas tem que reaplicar.
 
 
Com uma vasta gama de produtos ao seu dispor, conversar com seu dermatologista da SBD sobre qual o protetor solar mais adequado para o seu tipo de pele é essencial. Um tratamento personalizado é a chave para o sucesso terapêutico.
 
Nos outros posts da série, você pode conferir quais são os outros três cuidados essenciais para o cuidado da pele com acne.