De acordo com um estudo, conduzido pela empresa JWT com 1000 homens (500 nos Estados Unidos e 500 no Reino Unido), o sexo masculino tem cada vez mais sentido a pressão para ficar bonito e usam várias ferramentas disponíveis para conseguir uma boa aparência. O estudo chamado “The State of Men” desvendeu alguns segredos e pensamentos dos homens,além de realizar uma observação sobre as influências do meio sobre o homem moderno. Veja neste post alguns resultados e descobertas interessantes.

 

O QUE É ACEITÁVEL O HOMEM COMPRAR?

 

Lista dos produtos mais consumidos pelos homens

 

 


Não é difícil comprovar como o mercado de beleza já está ciente disso! Já falamos sobre os FLOWER BOYS aqui, por exemplo. Além disso é fácil observar como surgiram marcas de cosméticos e lojas virtuais apenas voltadas para os homens. A preocupação por uma pele jovial e hidratada apareceu no topo da lista de produtos! Nota-se também uma porcentagem alta sobre o uso de produtos de maquiagem, como corretivos e base para camuflar imperfeições.

QUEM SÃO OS HOMENS MAIS ADMIRADOS? 

Quando questionados sobre quais os homens que eles mais admiram a resposta mais predominante foi BILL GATES! Provavelmente a resposta justifica-se pela fortuna, sucesso e caráter filantrópico do criador da Microsoft. Na categoria dos esportes, um dos nomes mais citados foi DAVID BECKHAM, esse já mais admirado pelo estilo, beleza e por ser um jogador de sucesso. Veja outros nomes:

Homens mais admirados. Bill Gates ficou em primeiro lugar!

 

Beckham além de ser citado pelo seu estilo e sucesso profissional, também foi lembrado por ter sido um cara de mente aberta. Quebrou vários tabus como de explorar descaradamente seu lado feminino através da forte vaidade e até por ter já ter pousado para uma revista direcionada para o público homossexual. O jogador inglês definitivamente conseguiu quebrar a imagem estereotipada do homem da década de 70/80 e se transformou no símbolo do homem metrossexual. 

O estudo possui mais de 100 páginas e revela vários aspectos do homem moderno. Leia na íntegra, em inglês clicando AQUI.