Não faltam novidades para quem é aficcionado por carros, seus modelos inovadores e tecnologias. Porém, todos os dias surgem opções e mais opções, e os carros ficam mais semelhantes a cada dia. Mas quem quer um carro esportivo genérico, quando você poderia ter algo como um roadster vintage 1953 da Ferrari?

Selecionamos alguns vintage roadsters que fariam a alegria de qualquer colecionador, ou no mínimo, um motorista que se leva a sério.

 

 


 #1 Roadster : Ferrari 250 – 1953

A primeira linha da Ferrari 250 nasceu em 1953. De início, a linha de maior sucesso da empresa, a série 250 inclui diversas variações e foi produzido até 1964. Em 1953 um piloto apresentou essa máquina no Geneva Motor Show. O design inovador apresentou faróis recessos e aberturas laterais, que se tornou uma característica da Ferrari dos anos 1950.

1953-Ferrari-250-MM


#2 Roadster: Porsche 550 Spyder – 1953

O Porsche 550 Spyder foi projetado para uso em corridas de automóveis e introduzido em 1953 no Paris Auto Show. Construído para solo baixos, a fim de ser eficiente na pista, o roadster ganhou sua primeira corrida em Maio de 1953 e se tornou um participante ativo em todo o circuito europeu até 1965.

P


#3 Roadster: Chevrolet Corvette Sting Ray – 1967

Os carros esportivos na América já tinham se tornado incrivelmente populares desde 1953, mas nos anos 60 já era hora de uma mudança. O chefe da Chevrolet, Bill Mitchell e o designer Larry Shinoda, foram confrontados com a dura tarefa de melhorar uma lenda viva, mas eles conseguiram criar o Corvette mais colecionável de todos eles. O Sting Ray foi universalmente elogiado na imprensa pelo seu desenvolvimento, adesão na estrada e imponência.

1967-Chevrolet-Corvette-Sting-Ray


 #4 Roadster: Mercedes Benz 300SL Roadster – 1957

A Mercedes-Benz lançou uma versão roadster do 300SL em 1957 no Geneva Motor Show. A versão inicial apresentada possuía portas asa de gaivota, injeção de combustível ( pela primeira vez ) e alcançava a velocidade máxima mais rápida do mundo na época. Ainda em 1957, o 300SL original passou por algumas mudanças estéticas, como faróis maiores, uma grade menor e uma tira de acabamento cromado do carro.

1957 Mercedes-Benz 300SL Roadster


#5 Roadster: Triumph Spitfire – 1962-1980

O Triumph Spitire foi um sucesso tão grande em cima de seu lançamento, em 1962, que o projeto básico permaneceu praticamente inalterado até 1970. Giovani Michelotti foi responsável pelo corpo curvilíneo do carro, inclusive, posteriormente muitos de seus trabalhos seriam adaptados a partir da carroceria Triumph. O Spitfire foi um sucesso instantâneo, principalmente na América do Norte.

1962-1980-Triumph-Spitfire


 #6 Roadster: Jaguar E-Type – 1966

A combinação do Jaguar E-Type o tornou um sucesso arrasador no quesito aparência, alto desempenho e preços competitivos que o tornaram imbatível durante os anos 60. Diz a lenda que quando ele entrou em exibição pela primeira vez no Salão Automóvel de Genebra em 1961, o próprio Enzo Ferrari observou que era o carro mais bonito que ele já tinha visto.

1966-Jaguar-E-Type


 #7 Roadster: Shelby Cobra – 1961

Em 1961, o piloto de corrida, Carroll Shelby, virou empresário automotivo e viu que os carros da Inglaterra, AC Cars, estava perdendo seus fornecedores de motores para a abertura de dois lugares e viu uma oportunidade. Ele convenceu a AC para fornecer-lhe os carros, e intermediou um acordo com a Ford para fornecer seu novo – e pequeno – bloco V-8. A combinação de roadster clássico britânico com a potência do motor americano era irresistível e o carro foi um sucesso imediato.

1961-Shelby-Cobra


 #8 Roadster: BMW 507 – 1965-1959

O BMW 507 foi inicialmente destinado a ser exportado para os Estados Unidos com uma estimativa de milhares por ano, mas o empreendimento mostrou-se muito caro. No final, apenas 252 unidades foram feitas e as perdas foram pesadas para a BMW. Ainda hoje, 200 carros do 507S  é encontrado apenas com grandes colecionadores. Um grande testemunho do design atemporal do mais valioso carro de estrada clássico da BMW.

1956–1959-BMW-507


 #9 Roadster: Alfa Romeo Giulietta Spider – 1956

 O Alfa Romeo Giulietta foi introduzido no Salão Automóvel de Turim, em 1954. A abertura de dois lugares no Giulietta Aranha fez sua estréia em meados de 1955, com a carroceria conversível da Pininfarina. Foi o primeiro conversível do pós-guerra da Alfa Romeo e permaneceu em produção, mais ou menos intacta, até a chegada do Duetto em 1966.

1956-Alfa-Romeo-Giulietta-Spider


 #10 Roadster: Volvo P1800 – 1971

Associações modernas com o nome Volvo normalmente não envolvem carros esportivos. Mas era uma vez um carro chamado Volvo P1800, que se tornou grande objeto de desejo na época.  A tentativa anterior da Volvo para a produção de um carro esportivo, o P1900, tinha terminado em desastre, mas desta vez a Volvo estava destinada à grandeza. O P1800 celebrou o seu 50 º aniversário muito aclamado na França, durante a Viking Classic Auto Show de 2010.

1971-Volvo-P1800