Diversas semanas de moda (inclusive masculinas) agitaram as passarelas do mundo nas últimas semanas. Primeiro tivemos o Fashion Rio, com pouquíssima moda masculina. Logo em seguida a São Paulo Fashion Week, principal semana de moda da América Latina. Enquanto ocorria a SPFW, aconteceu a Semana de Milão, exclusivamente masculina. Logo depois, a Semana de Paris, também masculina. Todas essas temporadas desfilaram a coleção Verão 2010. A seguir, os principais do Fashion e SPFW.

Fashion Rio

O Fashion Rio ainda tem pouca moda masculina, infelizmente. As marcas que desfilaram moda também para os homens foram: Redley, Auslander, Totem e TNG. Na Redley, um desfile comemorativo dos 25 anos da marca, que trouxe comprimentos mais longos e cavalo baixo, especialmente nas peças em jeans. Na Auslander, cardigãs, jeans clarinhos e muito branco.

Reprodução / iG Moda
redley-verao-2010
Redley

Na TNG, clima safári. Foi a primeira coleção tendo a jornalista Regina Guerreiro à frente da direção criativa da marca. Segundo ela, as peças foram inspiradas na “filosofia do easy”. Como sempre, o jeanswear predominou na coleção, com lavagens mais claras e sujas. Para nós homens, peças retas, nem muito justo nem muito folgado. Achei os paletós folgados demais, contrariando a tendência do skinny – que eu gosto bastante, aliás. Na cartela de cores, tons de azul, verde, amarelo, laranja, rosa e areia. Bem colorido e a cara do verão!

Reprodução / Chic
tng-verao-2010
TNG

SPFW

Na semana de São Paulo teve bem mais moda para nós. Colcci, V.Rom, Osklen, Triton, Ellus, 2nd Floor, Mario Queiroz, Cavalera, Lilo Villaventura, Reserva e Alexandre Herchcovitch (ufa!). A Colcci trouxe os calças e bermudas jeans surrados, quase brancos em algumas peças. Na cartela de cores, branco, azul, rosinha, lilás, dourado, pink, amarelo neon e cobre. Clima praiero e descontraído, a cara da Colcci.

V.Rom continua inovando descontruindo a alfaiataria clássica do guarda-roupa masculino, com uma pegada street. O resultado é um equilíbrio entre o conceitual e o comercial, tão importante em tempos de crise. A cartela de cores da coleção é inspirada no trabalho da artista e pesquisadora botânica inglesa Margaret Mee. As formas são descontruídas e fragmentadas, com as bermudas abaixo do joelho e casacos compridos. Os tecidos, linho, cambraia de algodão, sarja, nylon, flame e jeans, com aspecto amassado.

Reprodução / iG Moda
vrom-verao-2010
V.Rom desconstrói a alfaiataria tradicional em looks com pegada street

A Osklen levou à passarela o tema samba. A label queridinha dos fashionistas desconstruiu e reconstruiu o Carnaval do Rio de Janeiro. A peça-chave foi a camiseta, em versões oversized. E não podia faltar, claro, brilho – nesse caso, metalizado.

Reprodução / iG Moda
osklen-verao-2010
Osklen traz o samba à passarela apostando nos brilhos e transparências

Confira as tendências apresentadas nas semanas de moda de Paris e Milão

Mario Queiroz inspirou-se nos homens parisienses (tema do SPFW) para sua coleção e usou as cores da bandeira francesa nas peças: azul, vermelho e branco, além do preto. Usou padronagens clássicas como o xadrez vichy, as listras navy e o risca de giz. Particularmente, gosto bastante das listras navy.

Reprodução / iG Moda
mario-queiroz-verao-2010

Mario Queiroz aposta nas padronagens navy e xadrez vichy

A Ellus trouxe rapazes “bem arrumadinhos”, com calças curtas ou com a barra dobrada. Na cartela de cores, forte predominância do branco. Lindo desfile. Aposte no jeans branco com a barra dobrada ou curta. Vai ser hit do próximo verão!

Reprodução / iG Moda

Ellus faz verão underground com muitas jaquetas e rapazes “arrumadinhos”